">

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Ilusão Perfeita (Picture Perfect)

Autora: Jodi Picoult
Editora: Civilização
Ano: 2011

Sinopse
"Uma mulher acorda num cemitério ferida e a sangrar, completamente amnésica. Não sabe quem é nem o que faz ali.
É socorrida por um polícia que acabara de chegar a Los Angeles. Alguns dias mais tarde, é apanhada de surpresa ao ser finalmente identificada pelo marido, nada mais nada menos do que Alex Rivers, o famoso actor de Hollywood.
Cassie fica deslumbrada pelo conto de fadas que está a viver. Mas nem tudo parece correcto e algo obscuro e perturbador se esconde por detrás daquela fachada de glamour. E é só quando a sua memória começa gradualmente a regressar que a sua vida "perfeita" se desmorona e Cassie enfrenta a necessidade de fazer escolhas que nunca sonhou ter de fazer."

Impressões
A história está bem estruturada e a narrativa faz-nos refletir sobre as situações apresentadas. No entanto, não consegui simpatizar com nenhuma das personagens, a não ser com os índios da 
Reserva. Gostei do contraste estabelecido entre o modo de vida faustoso e excessivo das celebridades e a pobreza imerecida dos habitantes da Reserva. Sempre chamou a atenção para esta "ferida social". Foi pena o assunto não ter sido mais explorado. 
A dada altura, embora sabendo que é mesmo assim (vi imensos documentários sobre mulheres vítimas de maus tratos) fiquei saturada da passividade da vítima e da forma como estava sempre a desculpabilizar o seu agressor... mesmo no final, depois de ter sido novamente brutalizada e de o filho ter assistido, ainda acha que é ela a culpada! De qualquer das formas, acho que é um bom livro... mas não para as férias!
  

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Espaço para arrumar os livros

      Foto: http://decoracaoeartes.blogs.sapo.pt

Infelizmente, esta não é uma foto da minha casa... que magnífico espaço de lazer! Consigo imaginar-me a viver num sítio destes (é caso para perguntar: "Quem é que anda a viver a minha vida?"). Apesar de tudo, o que me chamou a atenção nesta foto foi a arrumação dos livros... arrumação e não armazenamento!

Neste momento, a arrumação dos livros, na minha casa, começa a tornar-se um problema. No outro dia, fui arrumar o meu sotão, onde tenho armários cheios de livros e não fiquei nada contente! Aconteceu o que eu não queria; ou seja, livros armazenados... qual é o prazer disto? Por outro lado, não tenho outra solução... ai,ai, não quero ser uma acumuladora de livros (já viram esses programas na tv? São de arrepiar!). 

Bem, como não me parece provável a mudança para um espaço assim, terei que começar a pensar noutras soluções (quais?quais?).

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Eu sei que voltarás (I´ll Walk Alone)

Autora: Mary Higgins Clark
Editora: Bertrand
Ano: 2012

Sinopse
"Dois anos depois de o seu filho Matthew ter desaparecido no Central Park, Zan continua dividida entre a esperança e o desespero. Sem qualquer pista em relação ao sucedido, nunca deixou de acreditar que o filho continua vivo. Mas agora, que Matthew teria cinco anos, começam a surgir fotografias que parecem mostrar ter sido a própria Zan a raptar o menino. Muitas outras coisas estranhas começam a acontecer: dinheiro que desaparece a Zan, o seu nome usado em situações que lhe são alheias. Perseguida pela imprensa, atacada pelo ex-marido e desacreditada por todos, começa a duvidar da sua própria inocência. Poderá ter sido ela a sequestradora? Sofrerá de algum distúrbio mental?"

Impressões
Desaparecimento de pessoas, roubo de identidade... são tudo coisas que nos assombram porque, em menos de nada, destroem o nosso mundo. Por isso, achei excessivo a autora ter misturado tudo na mesma história. Quer dizer, os "alicerces" da intriga parecem-me bons mas ... não foram devidamente explorados. Também fiquei dececionada com o final... não é dada uma justificação credível para o desenlace apresentado. Uma vez que conheço o trabalho desta autora, esperava mais...

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Os Pilares do Mundo (The Pillars of The World)

Autora: Anne Bishop
Editora: SaídaDeEmergência
Ano: 2011

Sinopse
"Ari, a última descendente de uma longa linhagem de bruxas, pressente que o mundo está a mudar... e está a mudar para pior. Há várias gerações que ela e outras como ela zelam pelos Lugares Antigos, assegurando-se de que o território se mantém seguro e os solos férteis. No entanto, com a chegada da primeira Lua Cheia do Verão, as relações com os seus vizinhos azedam-se. Ari já não está segura.
Há muito que o povo Fae ignora o que se passa no mundo dos mortais. Só o visitam, através das suas estradas misteriosas, quando desejam recrear-se. Agora esses caminhos desaparecem a pouco e pouco, deixando os clãs Fae isolados e desamparados.
Onde sempre reinara a harmonia entre o universo espiritual e a natureza, soam agora avisos dissonantes nos ouvidos dos Fae e dos mortais. Quando se espalham nas povoações boatos sobre o começo de uma caça às bruxas, há quem se interrogue se os diversos presságios não serão notas diferentes de uma mesma cantiga.
A única informação que têm para os nortear é uma alusão passageira aos chamados Pilares do Mundo..."

Impressões
Este livro estava na estante desde Fevereiro. A razão disso? O facto de fazer parte de uma trilogia e de os outros dois ainda não estarem à venda em Portugal... detesto ter de esperar meses ou até mesmo anos, para acompanhar o resto da história (já me aconteceu vezes sem conta). Apesar disso, foi selecionado para me acompanhar num passeio pela Escócia (vale a pena visitar pela beleza e misticismo da paisagem)... claro que só foi lido nas viagens de avião (que "seca" todos aqueles procedimentos!).
Gostei da história. Tem fantasia e também algum sentido de humor à mistura. É um bom entretenimento. Já encomendei o segundo volume (ao que parece está esgotado) e espero que o terceiro não demore muito a ser publicado. No entanto, fiquei muito dececionada com a qualidade da revisão (acho que é assim que se designa). A minha edição está cheia de "gralhas"! São erros de ortografia uns atrás dos outros e verbos mal conjugados! Nunca tal me tinha acontecido em tão grande dimensão!

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Os Diários Secretos (Tyskungen)

Autora: Camilla Lackberg
Editora: D. Quixote
Ano: 2012

Sinopse
"O verão está a chegar ao fim e a escritora Erika Falk regressa ao trabalho depois de gozar a licença de maternidade. Agora cabe ao marido, o inspetor Patrik Hedstrom, tratar da pequena Maja. Mas o crime não dá tréguas, nem sequer na tranquila cidade de Fjallbacka e, quando dois adolescentes descobrem o cadáver de Erik Frankel, Patrik terá de conciliar os cuidados à filha com a investigação do homicídio deste historiador especializado na Segunda Guerra Mundial. Recentemente, Erica fez uma surpreendente descoberta: encontrou os diários da mãe, com quem teve um relacionamento difícil, junto a uma antiga medalha nazi. Mas o mais inquietante é que, pouco antes da morte do historiador, Erica tinha ido a casa dele para obter informações sobre a medalha. Será que a sua visita desencadeou os acontecimentos que levaram à sua morte? E estará Erica preparada para conhecer os segredos dos diários da mãe?"

Impressões
Mais um excelente livro desta saga! É caso para dizer que "pecados antigos projetam longas sombras". Acontecimentos que tiveram lugar durante os sombrios anos da Segunda Guerra mundial irão desencadear uma série de ações no presente. Como sempre, a história está muito bem estruturada e chama a atenção para problemas da atualidade. Recomendo!!!!!!!!!!!!!!!