">

sábado, 27 de outubro de 2012

Uma Casa Na Pradaria (Little Town on the Prairie)

Sinopse
"A grande floresta começava a estar demasiado habitada. Assim, o Pai vendeu a casinha e construiu uma carroça coberta. Iriam viajar para os territórios índios!"
(...)
"1860. A história de uma família. O dia-a-dia, as pequenas e grandes alegrias, tendo como pano de fundo a paisagem áspera do Oeste americano. Personagens que nos ficam na memória pela sua humanidade e pela sua coragem."
Impressões
Quem nunca viu, pelo menos, um episódio da série "Uma casa na pradaria?" Eu vi todos! Várias vezes! Como eu adorava aquela família e as suas aventuras...principalmente, a pequena Laura Ingalls. Assim que pude, comprei todos os livros da coleção. Estes são baseados nos diários escritos pela própria Laura Ingalls. Portanto, os guiões eram baseados em acontecimentos reais, o que só me aguçou a vontade de ler os livros. Fiquei maravilhada com o que li! Verdadeiras histórias de sobrevivência num meio árido e, quase sempre, cruel. Muitas vezes, fiquei verdadeiramente indignada com todas as "desgraças" que aconteciam a esta família... Caramba, pessoas tão boas não mereciam tanto infortúnio...mas esta era a realidade e não podia ser mudada (só na tv é que tudo acabava sempre bem). Mesmo assim, adorei cada minuto que passei a ler estes livros! :))

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Por aqui!!!!!!

A propósito do post do "Cantinho dos sonhos" sobre a aquisição de livros em segunda mão, fiz alguma pesquisa e descobri um "admirável mundo novo"! Eu mesma adquiri três livros, que não encontrava em sítio nenhum, a preços muito em conta. Na verdade, é possível vender e comprar livros de uma forma muito simples e, assim, "driblar" a bruxa crisis. Durante estas deambulações deparei-me com a "The Book Closet", https://www.facebook.com/pages/The-Book-Closet/218467698275446, uma loja que ajuda os livros a encontrarem novos donos :)) Esta foto, pela qual me encantei, foi retirada desse site.

domingo, 21 de outubro de 2012

Por aqui...

Hoje, quando estava a "arejar" as ideias, deparei-me com esta regata ... que lindo, não é?
São barquinhos telecomandados... num pequeno lago/charco do jardim. Mesmo assim, estavam a fazer as delícias de quem brincava (três adultos) e de quem passava. É assim mesmo!

sábado, 20 de outubro de 2012

Mrs. McGinty está morta (Mrs. McGinty`s Dead)

Autora: Agatha Christie

Sinopse:
"Mrs. McGinty está morta. Como é que ela morreu? De joelhos como eu.
Assim reza um jogo infantil... infelizmente para a verdadeira Mrs. McGinty, o que deveria ser apenas uma brincadeira de crianças assumiu contornos bem reais. Foi encontrada morta, os seus aposentos destruídos. O assassino procurava algo com tal desespero que chegou a levantar as tábuas do soalho. O que terá motivado tão bárbaras acções? Poderá a resposta estar num recorte de jornal que a vítima guardara dois dias antes da sua morte? Com um assassino desesperado à solta, Hercule Poirot terá de se manter vivo a todo o custo para descobrir...".

Impressões
Este livrinho foi a minha companhia na feira de artesanato que decorreu hoje, aqui na nossa terrinha... fiquei apenas a "tomar conta" da banquinha do Fantasilab (infelizmente, sou um bocado desastrada como artesã)... 
Mais uma vez, adorei a história! E que bom, voltar a reencontrar o grande detetive Hercule Poirot e outra grande amiga, a despistada mas muito querida Ariadne Oliver! Podem imaginar o que acontece quando estes dois se juntam para desvendar um crime? É imperdível! Vale a pena!!!!!
O marcador de livros, comprado na feirinha, foi confecionado pelo Fantasilab (http://www.fantasilab.blogspot.pt/).

domingo, 14 de outubro de 2012

Filmes/Séries: Downton Abbey


Amanhã começa a terceira temporada de uma das minhas séries favoritas dos últimos tempos: Downton Abbey!
Não só o argumento é interessante, como também os figurinos e os cenários são fabulosos! Nas duas primeiras temporadas, foram explorados acontecimentos que marcaram o início do século XX: a primeira guerra mundial, o nascimento do socialismo, a conquista do direito ao voto por parte das mulheres e a evolução tecnológica. No centro de toda a ação encontramos a família Crawley e os seus criados. Acho muito interessante o facto de a série explorar também a vida dos criados destas casas senhoriais, o que não é usual. É fascinante observar como é que os criados mais jovens, começam a questionar um sistema de classes que sempre os escravizou, embora, para as famílias pobres, esta fosse a melhor hipótese de sobrevivência (teto e comida). Se esta nova temporada for como as anteriores, vale a pena!!!!!!!!!!
Alguém sabe se existe o livro?

Jardim de alfazema (Lavender Morning)

Sinopse
"Jocelyn Minton é uma mulher dividida entre dois mundos. A mãe estudou em colégios particulares e frequentava as melhores salas de chá, mas acabou por casar com o biscateiro local. Joce tinha apenas cinco anos quando a mãe morreu e, quando o pai volta a casar, a criança sente-se mais só do que nunca - até que conhece Edilean Harcourt, que apesar de já não ser uma jovem, compreende Joce melhor que ninguém.
Quando Miss Edi morre, deixa à amiga todos os seus bens, incluindo uma histórica mansão do século XVIII e uma carta com pistas para a jovem decifrar um mistério que remonta a 1941. Na carta, Miss Edi também revela que encontrou o homem perfeito para Joce, um jovem advogado. Joce fica chocada ao saber que a mansão e o futuro amor da sua vida se encontram em Edilean, de que nunca antes ouvira falar. Curiosa perante esta reviravolta do destino, Joce muda-se para a pequena cidade, decidida a dar um novo rumo à sua vida.
Em Edilean todos conhecem a história da jovem e já delinearam o seu futuro, incluindo o homem com quem se deverá casar. Acontece, porém, que Joce tem as suas próprias ideias acerca do homem que terá que conquistar o seu coração e o que fazer aos segredos que ninguém quer ver divulgados. Mas, quando estes se revelam parte da sua própria história, o certo é que a vida parece ganhar uma nova cor..."

Impressões
Foi o primeiro livro, desta autora, que eu li. Gostei da história, é "leve", divertida e entretém. Achei que a história da Miss Edi enquanto jovem deveria ter sido mais explorada...
Fiquei cheia de curiosidade quanto aos bolinhos de alfazema... eu nem sequer sabia que a alfazema era comestível, mas hei-de experimentar! 
Ao que parece, este é o primeiro de uma série de livros, cuja ação é centrada em Edilean... Será que vêm mais mistérios por aí?


Apanhado!!!!!! 
Enquanto tentava tirar uma foto ao livro, vejam só quem apanhei a   investigar...

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Viver todos os dias (não) cansa!

Há muitos anos atrás, li um livro cujo título era "Viver todos os dias cansa!". Já nem me lembro muito bem da história mas ontem, um comentário que alguém fez trouxe-me à memória esta frase. Na verdade, eu acho que o que cansa é precisamente o contrário: não viver todos os dias! Somos "engolidos" pela correria quotidiana e pelas muitas solicitações, vindas de todos os lados... tentamos manter muitas bolas no ar ao mesmo tempo, como se costuma dizer...No final do dia, estamos esgotados e sem ânimo para mais nada! E este cenário repete-se vezes sem conta! Por isso, é importante reservar TEMPO PARA VIVER TODOS OS DIAS, nem que sejam apenas alguns minutos... Todos os dias, antes de sair para ir trabalhar, penso em algo de agradável que quero fazer quando o expediente acabar e isso faz-me sentir bem comigo mesma! E, na maioria das vezes são coisas bem simples: comer uma fatia de bolo de chocolate, organizar uma gaveta, experimentar uma receita, caminhar ou sentar-me no sofá a ver uma das minhas séries favoritas... é claro que  o topo da lista das "coisas agradáveis" é ocupado pelos livros! Não é tão bom, esperar pelo final do dia para ler mais umas páginas? Pois é, não podemos esperar pelas férias (cada vez mais condicionadas) ou pela reforma, para vivermos a nossa vida. Afinal, como já ouvi em qualquer lado, "se eu não gostar de mim, quem gostará?".

sábado, 6 de outubro de 2012

Sangue Impetuoso (Deadlocked)

Autora: Charlaine Harris
Editora: Saída De Emergência
Ano: 2012

Sinopse
"Sookie tem um homicídio para investigar. Uma rapariga morre numa festa de vampiros e tudo indica que o culpado seja Eric, o seu namorado. Eric jura-se inocente, a polícia não acredita e até Sookie tem dúvidas. E não sente grande vontade de aceitar a sua palavra depois de o apanhar a saborear o sangue da vítima minutos antes da morte.
Mas algo estranho se passa. Porque lhe pediram que chegasse à festa fatídica alguns minutos mais tarde apenas para o surpreender em flagrante? E porque "temperou" a vítima o seu sangue antes de se aproximar de Eric? Terá sido apenas por querer ser irresistível ou haverá um motivo mais sinistro?
Sookie terá de descobrir... mas é o pior momento possível para investigar, numa altura em que a sua família Fae vive um momento problemático e Sookie acaba por se ver inevitavelmente arrastada. Há ainda uma última complicação: o cluviel dor que a avó lhe deixou. Conceder-lhe-á um desejo que poderá tornar real a maior aspiração do seu coração. O único problema é que ainda não sabe o que o seu coração deseja realmente. Ou quem..."

Impressões
Este livro é o volume XII da saga "Sangue Fresco", por isso, para se compreender a história recomendo que se inicie a leitura pelo volume I. Há uns quatro anos ofereceram-me um pack com os primeiros três livros desta saga. Pensei "Oh não, outra história de vampiros, haja paciência!" e, assim, os livros ficaram esquecidos durante mais de um ano... Até que, num daqueles dias em que o tédio nos invade todos os poros, comecei a lê-los e... já não os larguei mais. Não é que a história seja particularmente brilhante ou  interessante, mas entretém e, sem darmos por isso, queremos ler mais e mais...Além disso, tem uma forte dose de sentido de humor, daquele bem retorcido, o que eu acho simplesmente delicioso. E sim, é outra história sobre vampiros, mas não só! De facto, a imaginação não tem limites. Motivada pelos livros, comecei a ver a série que dá na televisão... Desilusão!!!!!!!!! Não gostei e não vi mais do que dois episódios pois não queria quebrar a magia dos livros. Neste momento, tenho todos os livros da saga e aguardo o lançamento do próximo. É um excelente antídoto para estados de desânimo!