">

sábado, 28 de dezembro de 2013

Ano Novo

Todos os anos, por esta altura, surge a euforia do "reveillon", a par das reflexões sobre o ano que vai ficando para trás. Durante algumas horas, as pessoas tentam acreditar que a "virada" de ano significa também uma "virada", para melhor, nas suas vidas.
 Eu não ligo a esta data, mas já formulei as minhas resoluções para 2014... coisas objetivas e que dependem, sobretudo, de mim. Há situações das quais, pelos mais diversos motivos, não podemos escapar, mas podemos aprender a relativizá-las (é difícil, muito difícil, mas consegue-se), usando uma percentagem maior da nossa energia naquilo que nos faz sentir bem. Eu, pela minha parte, vou tentar seguir o lema: "Já que aqui estou, mais vale viver!" 
Assim, desejo que em 2014 sejamos perspicazes, sábios e determinados o suficiente para desfrutarmos desta viagem.
Boas leituras!!!!


sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Coisas que adoro!

Aqui está uma ótima sugestão para presentear alguém: uma cesta de inverno (que é uma caixa de cartão reaproveitada e que me vai dar um jeitão)! Adorei!!!!! Gostei sobretudo destes itens, por serem de produção caseira: azeite e sal aromatizados (delicious!) e biscoitos de canela (já cumpriram o seu destino, mas estavam mesmo mhamham... nem deu para fotografar). A acompanhar, um chá (passe a publicidade) que eu ainda não tinha experimentado (no inverno, não dispenso a minha chávena tamanho XL). 
 Na cesta encontrei também, além de um "saco de água quente" (mesmo bom para estes dias de frio) e de umas pantufas fofinhas, dois livros (pois claro) e esta delícia: um caderninho para cada estação do ano! hum... será que têm agendas?
Escusado será dizer que vou aproveitar esta ideia! 
Obrigada família!

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Um Comércio Respeitável (A Respectable Trade)

Sinopse
"1787. Bristol é uma cidade em franco crescimento, uma cidade onde o poder atrai os que estão dispostos a correr risicos. Josiah Cole, um homem de negócios que se dedica ao comércio de escravos, decide arriscar tudo para fazer parte da comunidade que detém o poder na cidade. No entanto, para isso, Cole vai precisar de capital e de uma esposa bem relacionada que lhe abra as portas necessárias. Casar com Frances Scott é uma solução conveniente para ambas as partes. Ao trocar as suas relações sociais pela proteção de Cole, Frances descobre que a sua vida e riqueza dependem do comércio respeitável do açúcar, rum e escravos.
Entretanto, Mehuru, um conselheiro do rei de Ioruba, em África, é capturado, vendido e enviado para Bristol, onde será educado nos padrões ocidentais por Frances, por quem, inexoravelmente, se irá apaixonar."

Impressões
Mais uma vez, senti-me muito grata por ter nascido na Europa do século XX e não na época obscura em que a ação decorre. Pelo menos, nalgumas coisas, as pessoas evoluíram... embora não tanto como se poderia supor. 
A escravatura, nas suas várias vertentes, é o tema dominante... ou será a desmedida ambição das pessoas? Enfim, ao ler esta história fiquei a pensar que é muito injusto que os mais corruptos, aqueles que despojam os outros da sua dignidade, sejam precisamente aqueles que têm uma vida mais confortável e livre de grandes preocupações e que ainda têm o desplante de ditar regras sobre a vida dos demais (qualquer semelhança com a atualidade não é pura coincidência).  

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Os meus Presépios!

Tenho quatro presépios em casa! Quatro! Todos eles representações diferentes de uma das famílias mais famosas da História da Humanidade! O de barro, faz parte da decoração durante todo o ano. Os outros, fazem a sua aparição desde meados de Novembro até 7 de Janeiro. Adoro!


sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Ler Devagar...

Este é um belo exemplo de como é possível aproveitar antigas instalações industriais  em benefício da comunidade. 
Os livros estão distribuídos por dois pisos, cobrindo (quase totalmente) as paredes. Do teto, pendem "bonecos" (como aquele que se avista lá ao fundo) que tornam o ambiente mais acolhedor. 
Quem também quiser alimentar o corpo, tem à sua disposição duas cafetarias, uma das quais se pode ver nesta foto. 
Mais um simpático anfitrião!
Se quiser encontrar livros que não estejam na moda, é aqui que deverá procurar. Na minha opinião, esta livraria dá um novo alento a quem adora ler e quer procurar algo diferente daquilo que é comercializado. 
Estas instalações são também utilizadas para exposições, concertos, teatro, etc...
Vale a pena!

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Resultado do sorteio!

Agora só precisamos do endereço para procedermos ao envio do book (envie a mesma para o email do blog: doidaporlivross@gmail.com).

Boas leituras!

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

... ainda um doce pecado!

Adorei este ambiente! Tudo bastante antigo e, aparentemente, pouco cuidado (os bancos com ferrugem, a parede de tijolo a esfarelar-se, etc) ... e depois o contraste, o bolo que detém o título do "Melhor" é servido com todo o requinte! E sim, esta é a mesa em torno da qual as pessoas vão degustando esse doce pecado. Reparem no pormenor da Chaleira-vaso... e na carteira escolar lá atrás e...
Não é um verdadeiro encanto?
Em cima do balcão, está este livro, aberto no mês de Dezembro (aparentemente, a página muda quando muda o mês). 

E então, já sabem onde fica?

Um doce pecado...

... e foi isso mesmo que eu fiz! Simplesmente delicioso!!!!!!

Quem é que é capaz de adivinhar em que local estas fotos foram tiradas?

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Por aqui já é Natal!

Numa parceria com o Pai Natal, o "DoidaPorLivros" irá oferecer este belo livro...
Para se habilitar, terá apenas que completar a frase seguinte: 
"Na época natalícia  gosto de (re)ler ..." 
No meu caso, por exemplo, gosto de ler livros da Agatha Christie ou então, os "Contos de Natal" do Charles Dickens... manias...

Além disso, tem que ser seguidor(a) do blog e morar em Portugal (Continente ou Ilhas). 

O resultado do sorteio será divulgado no dia 12 de Dezembro!

domingo, 1 de dezembro de 2013

"Um susto de livro!" Já chegou! Já chegou!

Esta fofinha veio alegrar o meu cantinho de leitura. Pela expressão, parece estar a ler uma daquelas histórias que nos fazem ter medo de adormecer com a luz apagada.  Está sentada numa estante cheia de pormenores fantásticos. 
Se tiver curiosidade, consulte o Fantasilab (http://fantasilab.blogspot.pt/2013/12/um-susto-de-livro.html ).