">

sábado, 10 de setembro de 2016

Não digas nada (The good girl)

Mais um thriller psicológico. Mais uma vez, a estória não tem nada de novo e até é previsível, mas está muito bem contada. Prende desde o início, não nos deixando ficar indiferentes. Curiosamente, a minha personagem "ódio-de-estimação" foi precisamente a Mia. Embirrei com ela desde o início. Achei-a muito sonsa e à mãe dela também. 

sábado, 3 de setembro de 2016

Teia de mentiras (Missing Pieces)

Uma teia de mentiras lança o caos numa pequena cidade rural. O problema das mentiras é que, como diz o provérbio, "têm perna curta". Mesmo assim, esta bem urdida teia ainda consegue fazer muitos estragos numa família. A dada altura descobri quem foi (aposto sempre no elemento menos provável, eheheh), mas não conto...