sábado, 2 de fevereiro de 2013

Danças & Contradanças (Jigs & Reels)

Sinopse
" As sarcásticas histórias de Danças & Contradanças podem ser resumidas em duas palavras: malévolas e maliciosas. Como em muitos dos seus romances, Joanne Harris consegue combinar de uma forma única situações e personagens comuns - e até banais - com o extraordinário e o inesperado. Mais do que nunca, a autora dá largas à sua imaginação e apresenta-nos uma exuberante e prodigiosa caixa de Pandora que contém tudo o que é extravagante, estranho, misterioso e perverso. De bruxas suburbanas a velhinhas provocadoras, monstros envelhecidos, vencedores da lotaria suicidas, lobisomens, mulheres-golfinho e fabricantes de adereços eróticos, estas são vinte e duas histórias onde o fantástico anda de mãos dadas com o mundano, o amargo com o doce, e onde o belo, o grotesco, o sedutor e o perturbador estão sempre a um passo de distância."

Impressões
Quando não tenho muito tempo para ler mas não quero abdicar deste meu direito, dou preferência a livros de contos. Geralmente, dá para ler uma história por dia e não fico com aquela ansiedade para saber o que é que vai acontecer a seguir. Embora tenha gostado de todos, os meus favoritos são:"O Curso de 1981", "A pequena sereia" e "Nunca beijes um vampiro" (um bom conselho, digo eu). Neste livro (mais uma vez) a autora consegue combinar de forma espetacular todos aqueles ingredientes que transformam a história mais banal em algo que entusiasma o leitor. Adorei! Decerto que o voltarei a ler!

Um "cheirinho"...
" Quando escrevi o meu primeiro livro, The Evil Seed, impressionou-me o facto de a literatura de vampiros ser extremamente elitista. O cenário é sempre romântico. Os sugadores de sangue são invariavelmente atraentes, aristocráticos e elegantes. O que evidentemente levanta uma questão: onde estão os outros vampiros? Os vampiros simples e despretensiosos, os vampiros da classe operária, os vampiros com uma relações públicas incompetente?"

4 comentários:

  1. Olá deixo-te aqui um selo.

    Vê em: http://romances-de-mesinha-de-cabeceira.blogspot.pt/2013/02/selo-liebster-award.html

    Boas Leituras

    ResponderEliminar
  2. Olá Sandra,
    Com esta tua opinião vou ver se me motivo e pego de nove em Joanne Harris. A minha primeira experiência não foi das melhores!

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  3. Olá! Eu acho que tem a ver com o timing certo para ler dado livro. Tenho 19 livros na estante para ler (alguns há um ano) e no outro dia disse à minha irmã que tinha que ir vasculhar as estantes dela porque eu não tinha nada para ler, ahahah.
    Em dado momento, vai apetecer-te uma história "à Joanne Harris", vais ver...
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez tenhas razão e seja mesmo isso :)! Bjs

      Eliminar