quarta-feira, 9 de setembro de 2015

A loja dos suicídios (Le magasin des suicides)


O texto da capa convenceu-me a comprar o livro. Adoro humor negro, sou muito sarcástica e, para além do género policial, este é o meu favorito (number two, digamos assim). E, praticamente até mais de metade, não me desiludiu... mas, a partir daí não me conseguiu cativar mais. No entanto, o final é fantástico, uma autêntica pérola de humor negro (onde é que já ouvi isto?). 

2 comentários:

  1. Também já li! Achei engraçado, só. :)

    ResponderEliminar
  2. Pois, estava à espera de mais. É como diz, apenas engraçado.

    ResponderEliminar